Após 5 anos fechado, Teatro Nacional Cláudio Santoro pode ser reaberto com reforma de uma das salas

Depois de cinco anos fechado, o Teatro Nacional Cláudio Santoro poderá ser reaberto em 2020, após GDF anunciar mais de R$ 33 milhões para a reforma de uma das salas do local.

 

O principal palco de apresentações culturais do Distrito Federal, o Teatro Nacional Cláudio Santoro, está fechado desde 2014. Mas uma das salas que compõem o espaço, a Martins Pena, poderá ser reaberta em 2020.

 

Isso porque o governo do Distrito Federal anunciou que conseguiu R$ 33 milhões do Fundo de Defesa dos Direitos Difusos, do Ministério da Justiça, que serão aplicados na reforma do local.

 

A expectativa é que a licitação para o início das intervenções ocorra em dezembro. Já as obras podem começar em janeiro do ano que vem, segundo o secretário de Cultura, Adão Cândido.

 

O ator João Campos, que já se apresentou na sala Martins Pena, considera a possibilidade de reabertura do espaço um ganho para todo o DF.

 

As intervenções previstas na sala Martins Pena preveem obras de acessibilidade, segurança, acústica, iluminação cênica, mudanças nas poltronas, no palco e no piso. Além disso, serão realizadas melhorias na sala de espera e na cafeteria.

 

Parte da população do Distrito Federal está ansiosa para a promessa sair do papel. É o caso da dona de Casa, Maria Ediléia.

 

Além da Sala Martins Pena, que pode ser reaberta em 2020, o Teatro Nacional conta com as salas Villa-Lobos, Alberto Nepomuceno e o Espaço Cultural Dercy Gonçalves.

 

Em 2014, o teatro foi fechado por recomendação do Corpo de Bombeiros e do Ministério Público do DF, por não atender normas de acessibilidade e segurança. No mesmo ano, houve uma licitação de R$ 200 milhões para as obras no local. Mas, devido à crise econômica, não foi possível iniciar os reparos.

Fonte: Rádio EBC