Após aprovação de reajuste ao STF, Toffoli evita imprensa em eventos em SP

<p>Em meio aos debates envolvendo o reajuste de 16,38% no salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente do STF, Dias Toffoli, evitou a impressa em dois eventos em São Paulo, nesta sexta-feira, 9.</p><p>Com a aprovação do aumento pelo Senado nesta semana, a remuneração dos ministros do STF – considerado o teto do funcionalismo público – passa de R$ 33.763 para R$ 39.293,32.</p><p>O aumento causa um efeito cascata na União. Com a aprovação do reajuste, a expectativa é de que o STF marque o julgamento sobre o fim do auxílio-moradia dos magistrados, contrapartida negociada com a categoria pelo reajuste.</p><p>Por volta das 9 horas, Toffoli participou de cerimônia de renovação do acordo de cooperação com a organização Childhood Brasil para a realização de ações relacionadas ao enfrentamento da violência sexual contra crianças e adolescentes, no TJ-SP. Na ocasião, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) também aderiu ao convênio. Participaram da solenidade a presidente honorária da World Childhood Foundation, rainha Silvia (da Suécia) e o presidente do TJSP, desembargador Manoel de Queiroz Pereira.</p><p>Depois, Toffoli também compareceu à cerimônia de entrega da medalha Brigadeiro Tobias, honraria concedida pela PM a civis e militares. Ele foi um dos homenageados. Estiveram presentes também o ministro do STF Alexandre de Moraes e a deputada estadual eleita Janaina Paschoal.</p><!– contentFrom:cms –>
Fonte: Diário Catarinense