BID é o 1º organismo financeiro multilateral a reconhecer Guaidó

<p>O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) se tornou, nesta sexta-feiro (15), o primeiro organismo financeiro multilateral a reconhecer oficialmente um enviado de Juan Guaidó, líder opositor reconhecido como presidente interino da Venezuela por mais de 50 países.</p><p>Guaidó, que quer tirar do poder o presidente Nicolás Maduro há quase dois meses, nomeou no começo de março Ricardo Hausmann, respeitado economista de Harvard radicado nos Estados Unidos, como representante da Venezuela no BID.</p><p>O organismo, principal fonte de financiamento para projetos de desenvolvimento na América Latina e no Caribe, aprovou a nomeação nesta sexta, segundo comunicado enviado à AFP.</p><p>”Em uma votação separada, os governadores da Corporação Interamericana de Investimentos (conhecida como IDB Invest), o braço de empréstimos do setor privado do Grupo BID, também aprovaram a nomeação de Hausmann”, informou o texto.</p><p>A nomeação de Hausmann é efetiva “de imediato”, disse a instituição.</p><p>Um número suficiente de governadores já aprovou a nomeação, embora a votação eletrônico não seja concluída oficialmente até as 18h30 (22h30 no horário de Brasília), informou o banco.</p><p>No BID, as decisões devem obter mais de 50% dos votos. Washington tem 30% do poder de voto no conselho do BID, em comparação com 50% combinados para membros da América Latina e do Caribe, dos quais Argentina e Brasil têm 11% cada.</p><p>O delegado dos Estados Unidos para a crise venezuelana, Eliott Abrams, parabenizou Hausmann.</p><p>”Isso faz parte da tomada de controle sobre os ativos estrangeiros da Venezuela por parte do governo de Guaidó”, disse à imprensa.</p><p> * AFP </p><!– contentFrom:cms –>
Fonte: Diário Catarinense