Câmara Legislativa do DF pode votar hoje decreto que anula projeto dos colégios da PM

Os deputados distritais podem votar, nesta tarde, o decreto que pede anulação do projeto piloto das escolas da Polícia Militar. O modelo de gestão compartilhada entre as Secretarias de Educação e de Segurança começou a funcionar, nessa segunda-feira (11), em quatro colégios do Distrito Federal, mas corre o risco de ser derrubado.

 

Está prevista a votação, no plenário da Câmara Legislativa, do decreto do deputado Leandro Grass (Rede), que pede a revogação da portaria do governo do Distrito Federal que transformou os Centros Educacionais número 1, da Estrutural, 3 de Sobradinho, 7 de Ceilândia, e 308 do Recanto das Emas, em Colégios da Polícia Militar.

 

A principal justificativa do decreto é que o modelo de gestão compartilhada deveria ser criado por projeto de lei e não por meio de portaria, como fez o GDF. Mas a equipe do governador Ibaneis Rocha já prepara o texto de um projeto de lei sobre o assunto para ser encaminhado nos próximos dias à Câmara Legislativa.

 

De acordo com a Secretaria de Educação, o objetivo da gestão compartilhada do ensino, entre professores e militares, é construir valores cívicos e patrióticos entre os estudantes e melhorar os Indicadores do IDEB – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica do Ministério da Educação.

Fonte: Rádio EBC