Canadá reforça segurança em mesquitas após ataque na Nova Zelândia

<p>Várias cidades canadenses reforçaram nesta sexta-feira a segurança em torno de suas mesquitas, após o ataque contra dois locais de culto muçulmano na Nova Zelândia que deixou 49 mortos, ato qualificado de “terrível” pelo premier canadense, Justin Trudeau.</p><p>”Atacar as pessoas durante a oração é algo horrível e o Canadá condena vigorosamente os tiroteios de hoje na Nova Zelândia”, escreveu Trudeau no Twitter.</p><p>”Nossas condolências às vítimas e seus familiares. Compartilhamos o luto dos neozelandeses e dos muçulmanos de todo o mundo”.</p><p>Um extremista de direita equipado com armas semiautomáticas invadiu nesta sexta-feira duas mesquitas na cidade de Christchurch, matando 49 fiéis e ferindo dezenas de pessoas.</p><p>”Em resposta” a este atentado “vamos reforçar a presença policial” em Toronto em torno dos locais de culto, “em particular as mesquitas”, anunciou a polícia da maior cidade do Canadá, que abriga cerca de 60 mesquitas.</p><p>Uma vigilância policial “especial” também foi ativada em Montreal, disse à AFP um agente local.</p><p>Em Quebec, uma porta-voz da polícia confirmou que as forças da ordem “reforçaram a proteção das mesquitas”.</p><p> * AFP </p><!– contentFrom:cms –>
Fonte: Diário Catarinense