Cannavaro perde mais uma como técnico da China

<p>Fabio Cannavaro segue sem saber o que é vencer como técnico da China, sendo derrotado por 1 a 0 pelo Uzbequistão na China Cup 2019, nesta segunda-feira em Nanning.</p><p>O ex-jogador, campeão do mundo com a Itália em 2006, encadeou uma segunda derrota em dois jogos no comando da seleção chinesa. Na quinta-feira passada, a China havia perdido para a Tailândia (1-0).</p><p>Ao fim de uma partida dominada pelos uzbeques, a torcida chinesa não perdoou sua seleção e algumas vaias foram ouvidas no estádio quando os jogadores voltavam ao vestiário ao fim do jogo.</p><p>Cannavaro, vencedor da Bola de Ouro em 2006 como jogador e substituto do compatriota Marcello Lippi no comando técnico da China desde 15 de março, já se vê pressionado diante dos planos do governo chinês, que pretende tornar o país uma potência no futebol e sediar uma Copa do Mundo nos próximos anos.</p><p>”Eu já tinha dito: assumir as rédeas da equipe nacional de futebol (da China) pode representar um grande desafio”, declarou Cannavaro após o jogo.</p><p>Prudente, a Federação Chinesa de Futebol (CFA) não informou se a nomeação de Cannavaro era provisória ou permanente. Alguns veículos da imprensa do país mostraram ceticismo em relação à escolha pelo italiano, que ao mesmo tempo segue exercendo o cargo de técnico do clube chinês Guangzhou Evergrande.</p><p> * AFP </p><!– contentFrom:cms –>
Fonte: Diário Catarinense