Chapecoense vence Corinthians na estreia de Guto Ferreira

Chapecoense vence Corinthians na estreia de Guto Ferreira
<p>A reestreia do técnico Guto Ferreira no comando da <strong>Chapecoense</strong> foi com vitória, e de virada, embalada por um tango argentino. Afinal foram os hermanos Diego Torres, que fez sua estreia no Verdão, e Doffo que marcaram os 2 a 1 em cima do Corinthians. Além disso, foi o primeiro triunfo do time catarinense sobre os paulistas. Com o resultado, a Chape alcançou os 21 pontos e saiu da zona de rebaixamento (Z-4) do <strong>Brasileirão</strong> .</p><p>O técnico Guto Ferreira foi aplaudido quando atravessou o gramado da Arena Condá e acenou para a torcida. Ele trazia a esperança de uma reação no campeonato depois de cinco jogos sem vitória.</p><p>Em campo também tinha estreia, do atacante Victor Andrade e do meia argentino Diego Torres, que veio o Deportes Iquique, do Chile. Já o Corinthians entrou em campo com uma equipe formada a maioria por jogadores reservas. Apenas com o volante Gabriel e o goleiro Cássio do time principal. Mas quando a partida começou a esperança deu lugar à realidade. O time reserva do Corinthians mostrou que tinha muita qualidade.</p><p>Logo a cinco minutos, em cruzamento para a área o centroavante Roger, ex-Chapecoense, cabeceou para o gol, Jandrei fez boa defesa e Marquinhos Gabriel, que poderia ser titular em qualquer time do Brasil, fez 1 a 0.</p><p>Novamente a Chapecoense tomava um gol no início de uma partida. A falta de entrosamento de Diego Torres e Victor Andrade com o time era visível. E o Corinthians, mesmo fora de casa, tomava as iniciativas.</p><p>A primeira vez que o goleiro Cássio foi exigido foi aos 20 minutos, numa cobrança de falta que Amaral cabeceou fraco. Um minuto depois o goleiro da Seleção Brasileira mandou para escanteio uma finalização de Leandro Pereira.</p><p>Na primeira etapa, o Corinthians chegou mais perto do segundo gol do que a Chapecoense do empate. Araos lançou Clayson, livre na área, ele desviou e Jandrei conseguiu mandar para escanteio.</p><p>Depois foi a vez de Mateus Vital tirar o marcador e acertar um chute no travessão. A dificuldade era tanta que teve até expulsão no banco da Chape, de Barreto, por reclamação  contra a arbitragem.</p><p>A última chance da equipe da casa no primeiro tempo foi uma falta, cobrada por Bruno Pacheco, que Cássio segurou firme.</p><p>No segundo tempo, já com Bruno Silva no lugar de Victor Andrade, os donos da casa começaram melhor. Logo a cinco minutos, Yann recebeu cruzamento dentro da área, mas a finalização foi por cima do gol.</p><p>Aos 22 minutos, o goleiro Cássio saiu da área e colocou a mão na bola. Falta que o estreante Diego Torres cobrou com perfeição, empatando a partida em 1 a 1.</p><p>Na comemoração, um torcedor chegou a cair dentro de campo, bateu a cabeça na placa e teve que ser atendido pelos bombeiros. Ele não conseguiu ver a virada da Chapecoense, aos 49 minutos, com Doffo: 2 a 1.</p><p>— Faz tempo que trabalhava para isso, estou muito feliz — disse o autor do gol. Ele o técnico Guto Ferreira foram aplaudidos no final.</p><p>A vitória voltou a fazer parte da Arena Condá.</p><p>Na quarta-feira, os dois times voltam a se enfrentar na Arena Condá, às 21h45, pelas quartas de final da Copa do Brasil. O Corinthians venceu a primeira partida por 1 a 0 e tem a vantagem o empate.</p><p><strong>FICHA TÉCNICA</strong></p><p><strong>CHAPECOENSE-2:</strong> Jandrei, Eduardo, Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Amaral e Yann (Doffo); Diego Torres (Canteros), Victor Andrade (Bruno  Silva) e Leandro Pereira. Técnico: Guto  Ferreira. <br><strong>CORINTHIANS-1: </strong>Cássio, Mantuan, Marllon, Léo Santos e Carlos Augusto; Gabriel, Marquinhos Gabriel (Ralf), Angelo Araos e Mateus Vital; Clayson (Pedrinho) e Roger(Emerson Sheik). Técnico: Osmar Loss. <br><strong>Gols:</strong> Marquinhos Gabriel (CO), aos 6 minutos do primeiro tempo. Diego Torres (CH), aos 24 minutos do segundo tempo e Doffo (CH), aos 49 minutos. <br><strong>Arbitragem:</strong> Grazianni Maciel Rocha, auxiliado por João Luiz Coelho de Albuquerque e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (trio do RJ). <br><strong>Cartões amarelos:</strong> Cássio (CO) e Leandro Pereira (CH). <br><strong>Vermelho:</strong> Barreto (CH), no banco, aos 39 minutos do primeiro tempo. <br><strong>Local:</strong> Arena Condá, em Chapecó. <br><strong>Público: </strong>10.070 <br><strong>Renda:</strong> R$ 324.005,00</p><p><strong>Leia mais notícias sobre a </strong> <strong>Chapecoense</strong> <strong><br>Confira a tabela do </strong> <strong>Campeonato Brasileiro da Série A</strong> </p><!– contentFrom:cms –>
Fonte: Diário Catarinense