Deputados alemães e espanhóis protestam na frente da prisão onde está Assange

<p>Deputados alemães e espanhóis foram para a frente da prisão de Londres onde se encontra Julian Assange para protestar contra detenção do fundador do WikiLeaks e instar a Grã Bretanha e a União Europeia que evitem sua extradição para os Estados Unidos.</p><p>Dois deputadas alemães de Die Linke (extrema esquerda), Heike Hansel e Sevim Dadgelen, e a eurodeputada espanhola dos Verdes, Ana Miranda, tinham que se reunir na segunda-feira com seu “amigo” Assange na embaixada do Equador em Londres.</p><p>Entretanto, após a expulsão de Assange e sua prisão semana passada, os legisladores foram protestar na frente da prisão de Belmarsh, no sudeste de Londres.</p><p>”Estamos frente a um imperativo humanitário agora que Assange está sob custódia do Reino Unido e que tem um pedido de extradição dos Estados Unidos, depois que altas autoridades americanas, incluindo o presidente Donald Trump, o ameaçaram de morte”, disse Miranda.</p><p>Assange foi preso na quinta-feira na embaixada de Equador em Londres, onde recebeu asilo há sete anos para escapar de uma ordem de prisão britânica por acusações de estupro e de agressão sexual na Suécia, que sempre negou.</p><p> * AFP </p><!– contentFrom:cms –>
Fonte: Diário Catarinense