Desmatador em terra indígena é autuado em R$ 5,3 milhões

Uma operação conjunta do Ibama e da Polícia Federal (PF) para combater a extração ilegal de madeira resultou na multa de R$ 5,3 milhões a invasor da Terra Indígena Urubu Branco, no município de Confresa, em Mato Grosso.

Segundo informações do Ibama, a pessoa autuada é apontada como responsável pela destruição de mais de 800 hectares de floresta nativa em área sujeita a regime especial de preservação.

A ação de fiscalização foi planejada a partir de relatos da Fundação Nacional do Índio (Funai) de que caminhões carregados de madeira eram vistos saindo da terra indígena.

Os agentes ambientais desativaram um acampamento e três casas construídas com o objetivo de consolidar a ocupação do local, além de embargar a área degradada.

Fonte: Rádio EBC