Em depoimento, assessor afirma que repassou propina a ex-governador Pezão

O ex-assessor apontado como um dos operadores do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, prestou depoimento nesta terça-feira (15) na Sétima Vara Federal Criminal do estado.

 

Sérgio de Oliveira Castro, conhecido como Serjão, foi ouvido pelo juiz da Lava-Jato no Rio, Marcelo Bretas, no processo que tem como réu outro ex-governador do estado, Luiz Fernando Pezão. Castro afirmou no depoimento que repassou dinheiro vivo a Pezão , que na época era secretário de Obras e coordenador de projetos e obras de infraestrutura de Cabral.

Fonte: Rádio EBC