Empresário vai falar à Câmara sobre ¿caixa dois¿ ao prefeito de Guarulhos

<p>O empresário Décio Pompeo Jr. se inscreveu para falar nesta terça-feira, 26, no plenário da Câmara Municipal de Guarulhos (SP), sobre suposto caixa dois do qual teria participado em benefício da campanha do prefeito Guti (PSB).</p><p>O caso foi revelado pelo jornal <strong>O Estado de S. Paulo</strong>, quando, questionado, Pompeo admitiu suposto acerto com agentes da campanha para que o jornal GuarulhosWeb bancasse uma pesquisa eleitoral. Ele afirma que o veículo recebeu, por fora, pagamentos para a pesquisa.</p><p>A reportagem obteve acesso a transações do jornal que revelam pagamentos de R$ 150 mil de uma pessoa física e uma loja de essências. De acordo com Pompeo, os valores foram acertados entre representantes do então candidato e donos do noticioso para bancar a pesquisa.</p><p>A reportagem compareceu à loja de essências em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, e o dono admitiu ser amigo de “longa data” de Ernesto Zanon, atual diretor de comunicação da Prefeitura de Guarulhos, e antigo dono do jornal.</p><p>Tanto Zanon quanto o prefeito de Guarulhos negaram, com veemência, a versão do empresário. “Sobre Décio Pompeo Júnior, a Prefeitura informa que, apesar dele não ser jornalista, o comerciante mantém um site na cidade, utilizado para espalhar também notícias falsas com o objetivo de denegrir a imagem da atual gestão. Por este motivo, o prefeito confirma que já o acionou juridicamente por diversas vezes, aguardando a decisão judicial”, afirma o prefeito, por meio de nota.</p><p>Já Zanon diz que “jamais encomendou qualquer pesquisa a pedido de algum político, mesmo tendo sido no passado assessor parlamentar do então deputado federal Carlos Roberto (PSDB), que naquele pleito figurava como candidato a prefeito, constando inclusive pagamento realizado a este jornalista em sua prestação de contas ao TSE”.</p><!– contentFrom:cms –>
Fonte: Diário Catarinense