Fora da Copa do Brasil e da Libertadores, Vasco agora sai da Sul-Americana

O Corinthians desistiu de contratar o atacante Juninho, do Sport do Recife, por empréstimo, depois que o jogador chegou a São Paulo para assinar contrato, o que provocou protestos da torcida nas redes sociais.

Ele está sendo processado na capital pernambucana por agressão, ameaça e injúria contra uma ex-namorada, mas nega as acusações.

Em nota oficial, o presidente Abdrés Sanches afirmou que o momento exige que o congraçamento de mentes em torno da causa feminista se sobreponha a quaisquer outras considetrações.

Juninho estava emprestado pelo Sport ao Ceará e rescindiu o contrato para assinar com o Corinthians.

Pela terceira vez este ano, o Vasco foi eliminado de uma competição, disputada no sistema de mata-mata.

Desta vez deixou a Copa Sul-Americana: o time carioca venceu a LDU por 1 a 0, em São Januário, mas como perdeu por 3 a 1 o jogo de ida, no Equador, a vaga ficou com os equatorianos, que nas oitavas de final terão como adversário o Deportivo Cáli, da Colômbia.

Tiago Galhardo marcou o gol vascaíno já no final do segundo tempo, depois de uma série de oportunidades perdidas pelo Vasco.

A equipe vascaína já havia sido eliminado na Libertadores e na Copa do Brasil e agora só resta à equipe dirigida pelo técnico Jorginho a disputa do Campeonato Brasileiro.

A situação do Vasco no Brasileirão também não é das melhores. Em 13º lugar, com 19 pontos, o time está um ponto acima da zona de rebaixamento, em que o primeiro time é a Chapecoense, 17º colocado, com 18 pontos.

Na última rodada, o Vasco perdeu para o São Paulo, no Morumbi, por 2 a 1, e neste domingo (12) volta à capital paulista para enfrentar o Palmeiras, sexto colocado, com 27 pontos.

O Palmeiras, por sua vez, também jogou nessa quinta-feira (9). Pelas oitavas de final da Libertadores, foi ao Paraguai e derrotou o Cerro Porteño, em Assunção, por 2 a 0, na primeira partida do duelo das duas equipes pelas oitavas de final.

O segundo jogo será em São Paulo e o Palmeiras irá adiante em caso de empate ou mesmo derrota por 1 a 0.

Fonte: Rádio EBC