França dá primeiro passo para autorizar maconha terapêutica

<p>A França deu um primeiro passo nesta quinta-feira (13) para a autorização da maconha de uso terapêutico, depois que um comitê de especialistas nomeado pelo governo considerou que seria “pertinente” autorizar seu uso em alguns casos.</p><p>O comitê de especialistas reunido pela ANSM (sigla em francês) – a agência encarregada da segurança dos medicamentos – avaliou que seria “pertinente autorizar o uso do cannabis terapêutico em alguns casos”, como dores persistentes, algumas formas de epilepsia, ou durante tratamentos contra o câncer.</p><p>O caminho continua sendo longo, porém, até que o uso medicinal da maconha seja autorizado na França. São necessários vários meses de trabalho para definir as modalidades de uso, e isso apenas caso a agência aceite as conclusões do comitê. Depois, é necessária uma decisão política para modificar a lei.</p><p>”Não é certo” que a maconha terapêutica esteja à disposição dos pacientes antes de 2020, considerou o professor Nicolas Authier, especialista em Farmacologia.</p><p>Se for autorizado, o uso terapêutico da maconha poderá ser realizado somente como complemento de outros tratamentos.</p><p>Cerca de 30 países do mundo, incluindo Canadá, Suíça, Noruega, Israel e Turquia, assim como vários estados dos EUA, autorizam essa modalidade.</p><p> * AFP </p><!– contentFrom:cms –>
Fonte: Diário Catarinense