Governo de São Paulo espera que Rio Pinheiros seja despoluído até 2022; custo será de R$70 milhões

O Governo de São Paulo anunciou nessa sexta-feira (12) uma nova etapa de despoluição do Rio Pinheiros.

 

A promessa é de que o rio esteja despoluído até 2022.

 

A limpeza do vai ser feita em etapas.  A primeira delas é o desassoreamento do leito do rio.

 

A expectativa é retirar 500 mil metros cúbicos de areia, lodo e outros detritos do fundo do rio em um ano.  Mas, a quantidade de resíduos é maior e a expectativa é tirar 2,4 milhões de metros cúbicos nos próximos anos.

 

Pelos cálculos do governo, o volume de resíduos retirados do rio Pinheiros a cada mês daria para formar uma fila de 100 quilômetros de caminhões carregados.

 

Para essa primeira etapa dos trabalhos vão ser destinados R$32 milhões.

 

Outra etapa vai ser a coleta de esgoto nos imóveis da região. Esse é um problema antigo da capital paulista, já que até mesmo um dos bairros com o metro quadrado mais caro da cidade, o Morumbi, tem áreas sem sistema de coleta e tratamento de esgoto.

 

Segundo o secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente do estado, Marcos Penido, a Sabesp, empresa de Saneamento básico do Estado, deve lançar o edital para contratar os serviços que vão ligar o esgoto de residências e comércios aos coletores públicos.  

O investimento total anunciado pelo governo do estado para a despoluição do rio é de R$70 milhões.

 

Fonte: Rádio EBC