Marinheiro é resgatado após dois meses à deriva no Oceano Pacífico

O homem sobreviveu se alimentando de peixes e gaivotas até ser encontrado. Seus três companheiros de viagem, porém, não resistiram

Um marinheiro colombiano foi resgatado depois de ficar dois meses no Oceano Pacífico, ingerindo peixes e gaivotas para sobreviver - 04/05/2016
Um marinheiro colombiano foi resgatado depois de ficar dois meses no Oceano Pacífico, ingerindo peixes e gaivotas para sobreviver – 04/05/2016 (Petty Officer 2nd Class Tara Molle/U.S. Coast Guard/AP)

Um marinheiro colombiano foi resgatado depois de passar dois meses à deriva no Oceano Pacífico, divulgou a Guarda Costeira dos Estados Unidos nesta quarta-feira. O homem de 29 anos sobreviveu comendo peixes e gaivotas depois de uma falha no motor de seu barco o deixar perdido no meio no mar. Seus três companheiros de viagem não sobreviveram.

As autoridades informaram que o marinheiro, cujo nome não foi divulgado, foi encontrado em seu barco pela tripulação de um navio de carga panamenho no dia 26 de abril. Ele estava a 3.460 quilômetros da costa sudeste de Hilo, no Havaí. O homem foi transferido para um bote da Guarda Costeira e chegou a Honolulu em boas condições nesta quarta-feira.

Os quatro marinheiros saíram da Colômbia em um pequeno barco de 7 metros e estavam longe da costa quando o motor da embarcação falhou. De acordo com tenente-comandante John MacKinnon, da Marinha havaiana, o homem teve sorte de ser salvo pois “o Pacífico é vasto e perigoso”. “Este marinheiro teve grande força e é extremamente afortunado pela tripulação do Nikkei Verde aparecer em uma área que é pouco navegada”, afirmou MacKinnon.

 

Segundo a rede CNN, o sobrevivente falou através de um intérprete que “adoraria que seus amigos do barco também estivessem com ele” e agradeceu a Deus e à equipe que lhe resgatou. Apesar de os corpos dos outros marinheiros não terem sido encontrados, o homem entregou os passaportes de seus colegas às autoridades. A Guarda Costeira informou que não irá investigar o caso.