Ministro britânico de Transportes renuncia por discordar sobre Brexit

<p>O ministro britânico de Transportes, Jo Johnson, renunciou nesta sexta-feira (9), manifestando sua discordância com o acordo sobre o Brexit de Theresa May – que seria, segundo ele, um “erro terrível” – e pedindo um segundo referendo.</p><p>”Parece cada vez mais claro para mim que o acordo de saída, que está sendo finalizado, seria um erro terrível”, escreveu em comunicado Jo Johnson.</p><p>Ele é irmão mais novo do ex-ministro de Relações Exteriores Boris Johnson, um dos líderes da campanha pró-Brexit, que também renunciou em junho.</p><p>”Meu irmão, Boris, que liderou a campanha para sair (da UE) está insatisfeito com a proposta do governo, e eu também”, afirmou, destacando que, em sua opinião, os termos de divórcio são “substancialmente piores do que continuar na UE”.</p><p>Por isso, pediu que o governo convoque um segundo referendo para perguntar à população se confirmam sua intenção de abandonar o bloco – seja com o acordo de May ou sem acordo.</p><p>”A Grã-Bretanha está à beira de sua maior crise desde a Segunda Guerra Mundia. Minha lealdade com meu partido está intacta. Nunca tinha me rebelado em nenhum tema”, afirmou.</p><p>Contudo, “meu dever com meus eleitores e nossa grande nação me obrigou a agir”, disse.</p><p> * AFP </p><!– contentFrom:cms –>
Fonte: Diário Catarinense