Morre editor Claudio López Lamadrid, da Penguin Random House

<p>O mundo das letras em espanhol estava em luto, neste sábado (12), pelo falecimento ontem à noite de Claudio López Lamadrid, diretor editorial na Penguin Random House, uma figura de referência na Espanha e na América Latina.</p><p>Claudio faleceu na sexta-feira à noite em Barcelona, aos 59 anos, vítima de um infarto cerebral, segundo fontes da editorial. Ele era responsável pelos selos Literatura Random House, Caballo de Troya e Reservoir Books.</p><p>De origem aristocrata, López Lamadrid iniciou sua carreira no final dos anos 1970, trabalhando com seu tio Antonio na editora barcelonesa Tusquets. Na década de 1980 promoveu a criação da Galaxia Gutenberg e, na de 1990, foi nomeado diretor literário de Grijalbo Mondadori. Lá, foi editor do Prêmio Nobel colombiano Gabriel García Márquez.</p><p>Em 40 anos de carreira, trabalhou com grandes nomes da literatura, como o americano Philip Roth, o espanhol Javier Cercas, o argentino César Aira, a mexicana Alma Guillermoprieto, ou a francesa Virginie Despentes. Também passaram por seus catálogos autores agraciados com Nobel como V.S. Naipaul, Orhan Pamuk, John Maxwell Coetzee e o israelense Amós Oz, que faleceu recentemente.</p><p> * AFP </p><!– contentFrom:cms –>
Fonte: Diário Catarinense