MPF investiga autoria de áudio falso de confronto em Mato Grosso

O Ministério Público Federal (MPF) vai abrir investigação para identificar o autor de um áudio falso informando sobre conflito entre caminhoneiros e indígenas, na região de Juara, em Mato Grosso.

 

Na gravação, uma pessoa afirma que três caminhoneiros teriam morrido a flechadas durante conflito armado com indígenas em decorrência de um pedágio. Diz, ainda, que os caminhoneiros teriam bloqueado a rodovia e alguns indígenas estariam se deslocando para Cuiabá, de avião, para encontrar uma liderança para negociar.

 

O áudio circulou na região norte de Mato Grosso, em grupos de WhatsApp e em outras redes socais, no fim da semana passada.

 

Nessa segunda-feira (9), a Coordenação da Funai, de Juína, unidade da Fundação Nacional do Índio próxima do local do suposto confronto, informou aos procuradores que nada aconteceu.

 

A Funai alertou que além de divulgar um fato falso, o áudio também trazia dados errados sobre a região: não há pista de pouso e tampouco pedágio indígena no local.

 

O MPF alerta que a produção e a multiplicação de notícias falsas podem acarretar à responsabilização judicial tanto na esfera criminal quanto cível.

Fonte: Rádio EBC