Otan enviará à Ucrânia equipamentos de comunicação seguros

<p>A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) anunciou nesta quinta-feira (13) que fornecerá à Ucrânia equipamentos de comunicação seguros até o final do ano para ajudar Kiev a combater os esforços de desestabilização da Rússia.</p><p>O chefe da Aliança, Jens Stoltenberg, elogiou a Ucrânia por sua “calma e moderação” durante o recente incidente naval com a Rússia no Mar de Azov e disse que o apoio da Otan a Kiev vai continuar.</p><p>Depois de conversar com o presidente ucraniano, Petro Poroshenko, na sede da Aliança, Stoltenberg voltou a pedir que a Rússia liberte os marinheiros ucranianos capturados no final de novembro na costa da península de Crimeia, anexada em 2014 por Moscou.</p><p>”Forneceremos equipamentos de comunicação seguros às Forças Armadas ucranianas ao final do ano”, acrescentou o ex-primeiro-ministro norueguês, para quem a Otan deve ajudar Kiev a “melhorar suas capacidades navais, logísticas e de defesa cibernética”.</p><p>No início desta semana, a União Europeia (UE) disse que a Rússia preparou o terreno para o confronto marítimo com um ano de campanha de desinformação sobre Kiev e a Aliança.</p><p>O secretário-geral da Otan criticou o “comportamento desestabilizador” da Rússia na Ucrânia, onde um confronto no leste do país opõe desde 2014 separatistas pró-russos e as forças ucranianas.</p><p>No leste da Ucrânia, “há denúncias diárias de violações do cessar-fogo, inclusive com armas proibidas no âmbito dos Acordos de Minsk”, afirmou Stoltenberg, ressaltando os problemas da missão de observação da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE).</p><p> * AFP </p><!– contentFrom:cms –>
Fonte: Diário Catarinense