Pacientes da rede pública de saúde do DF terão mamógrafo digital

A partir desta segunda-feira (15), o Instituto Hospital de Base fará mamografias digitais em pacientes da rede pública de saúde.

 

O novo mamógrafo é o único digital da rede do Distrito Federal e custou R$ 1,2 milhão.

O equipamento é acessível. A altura do aparelho é regulável e, ao invés de fotos, ele transmite imagens tridimensionais diretamente para o prontuário eletrônico da paciente.

 

Isso permite a outros profissionais acessarem detalhes do exame.  

A meta é chegar a 50 exames por dia após um mês de adaptação das equipes. As pacientes serão enviadas pela regulação.

 

Após a consulta na unidade básica da região, o médico encaminha o pedido para a regulação.

 

A mamografia é indicada para mulheres com mais de 50 anos.

 

No caso de pacientes com histórico de câncer na família e alguma alteração na mama, os médicos também solicitam o exame.

Fonte: Rádio EBC