Pela Copinha, Metrô sonha com a vaga inédita para a Copa do Brasil

Pela Copinha, Metrô sonha com a vaga inédita para a Copa do Brasil
<p>Após o acesso e o título da Série B do Catarinense, o Metropolitano quer voltar ao cenário nacional. Para isso almeja conquistar a vaga na Série D do Brasileiro pelo Estadual, mas antes volta as atenções para a Copa do Brasil. Inspirado nos desempenhos recentes de Brusque e Tubarão, o clube entra na Copa SC com o objetivo de levar o segundo troféu para casa.</p><p>A diretoria apostou na renovação com atletas importantes, como o meia-atacante Ari Moura, o lateral-direito Paulinho, e o atacante William Paulista, artilheiro da Série B com nove gols. Com a manutenção de parte do elenco que venceu a competição, o entrosamento é a principal arma.</p><p>O Metrô nunca disputou a Copa do Brasil e quer ter essa experiência pela primeira vez em 2019. Ao mesmo tempo, usa a Copa SC como um grande laboratório para o Estadual de 2019.<br>Rival local do Metrô, o Blumenau Esporte Clube admite, nos bastidores, que ter confirmado presença na Copa SC pode ter se tornado um tiro no pé. Com pouco investimento e em uma competição historicamente deficitária, a diretoria entende que terá que ter cautela para evitar problemas financeiros no futuro. Em campo, o time contratou cinco atletas e manteve outros seis que disputaram a Série B.</p><p><strong>Leia mais notícias sobre o </strong> <strong>futebol de Santa Catarina</strong> </p><!– contentFrom:cms –>
Fonte: Diário Catarinense