Ricardo Saud é o único alvo da Operação Capitu que ainda não está na PF em SP

<p>Ricardo Saud, ex-executivo da JBS, é o único dos seis alvos da Operação Capitu em São Paulo que ainda não chegou na sede da Polícia Federal, no bairro da Lapa, na zona oeste da capital paulista. A informação é de que ele se encontrava, por volta das 11h30, no Instituto Médico Legal (IML), para se submeter a exame de corpo de delito.</p><p>Mais cedo, por volta das 8h45, chegou à carceragem da PF em São Paulo o dono da JBS, o empresário Joesley Batista, também preso na Operação Capitu. O advogado de Joesley, Pierpaolo Bottini, chegou às 10h30 na Superintendência da PF, sem falar com a imprensa.</p><p>A assessoria de imprensa da PF informou que, pelo fato de os mandados de apreensão serem temporários, com prazo determinado de cinco dias, os alvos da operação não serão transferidos e permanecerão na carceragem da Superintendência da PF em São Paulo.</p><!– contentFrom:cms –>
Fonte: Diário Catarinense