Skinhead condenado por obrigar jovens a pular de trem é preso em São Paulo

Um homem foragido, que havia sido condenado no chamado “caso dos skinheads”, foi preso na noite de ontem (11), por volta das 21h20, pela Polícia Militar, em São Paulo. Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública e da Polícia Militar, Vinicius Parizatto, foi preso após uma abordagem de rotina na Rodovia Ayrton Senna, na altura do quilômetro 28, próximo à Avenida Jacu Pêssego.

Parizatto foi abordado pelos policiais, identificado como foragido, conduzido para a delegacia e se encontra preso na carceragem do 1º Distrito Policial de Guarulhos, na Grande São Paulo, à disposição da Justiça.

Parizatto estava foragido desde dezembro do ano passado, após ser condenado por ter obrigado dois jovens, que usavam camisetas de bandas punk e cabelos em estilo moicano, a pular de um trem em movimento próximo à Estação Brás Cubas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo.

Um dos jovens morreu e o outro teve o braço amputado. O crime ocorreu em dezembro de 2003 e foi registrado por câmeras de segurança da CPTM. Além dele, outras duas pessoas, também skinheads, foram condenadas pelo crime.

Fonte: AGÊNCIA BRASIL