Suposto envolvido em atentado presta depoimento em São Paulo

A justiça ouviu, nesta sexta-feira (15), o terceiro adolescente que pode estar envolvido com o atentado que deixou 10 mortos e 11 feridos em uma escola pública de Suzano (SP).

 

O estudante tem 17 anos e era colega de sala de Guilherme Taucci Monteiro, um dos assassinos, que também tinha 17 anos e se matou no momento em que foi abordado pela polícia.

 

O adolescente prestou o depoimento no Fórum de Suzano e falou por cerca de duas horas.

 

Foi uma oitiva informal – um procedimento administrativo em que um adolescente suspeito de um delito é ouvido por um promotor de Justiça.

 

Na quinta-feira (14), o delegado geral da Polícia Civil, Ruy Ferraz Fontes, pediu pedido à Vara da Infância e da Juventude de Suzano a apreensão do adolescente, mas terminado o depoimento, ele foi liberado.

 

Segundo o Ministério Público, por enquanto, não existem indícios suficientes para manter o adolescente internado.

 

Foram requisitadas diligências complementares por parte das autoridades policiais e, depois, se for o caso, o ministério público vai pedir a internação do adolescente.

 

O ataque em Suzano deixou dez mortos, dos quais duas funcionárias da escola, cinco alunos, um comerciante que era tio de um dos atiradores e os criminosos, que se mataram depois do ataque. Outros 11 feridos foram encaminhados a hospitais. Até essa sexta-feira, oito deles continuavam internados.

Fonte: Rádio EBC