Trabalhadores da CEB decidem manter greve iniciada na terça-feira

Os trabalhadores da CEB recusaram, nesta quarta-feira, a proposta da empresa e votaram pela continuidade da greve iniciada na terça-feira.

A Companhia propôs excluir o pagamento do tíquete natalino, a redução da remuneração de férias, o fim do quinquênio e a redução da indenização por morte e invalidez.

A proposta também condicionou a participação nos lucros à saúde financeira da empresa, além de negar qualquer reajuste salarial para a categoria na data-base.

O diretor de Comunicação do Sindicato dos Urbanitários do DF, José Edmilson da Silva, explica que a categoria vai continuar negociando com a CEB.

Para garantir os serviços essenciais, 30% dos trabalhadores estão em serviço. A assembleia aconteceu na manhã dessa quarta-feira, no pátio em frente à sede da empresa, no Setor de Indústria e Abastecimento.

 

Procurada, a CEB não se pronunciou sobre a continuidade da mobilização até o fechamento dessa edição.

Fonte: Rádio EBC